O Agachamento Búlgaro é uma das melhores alternativas para substituir aqueles exercícios feitos há tempos e que já estão te enjoando. Bem como, é crucial mudar sua rotina e trazer melhores resultados, com algo inovador.

Treinar com intensidade é importante e você sabe muito bem disso, porque treina de maneira árdua todos os dias. Sendo assim, pode produzir resultados sólidos e trazer mais força, além da hipertrofia.

As repetições ajudam a manter os estímulos e dá para gerar ganhos, ou seja, o Agachamento Búlgaro é uma opção. A proposta do artigo, é de mostrar como esse exercício pode potencializar os resultados e de uma maneira natural.

agachamento-bulgaro

Agachamento Búlgaro: Conheça essa técnica avançada

Em primeiro lugar, é crucial saber de duas coisas antes de começar qualquer atividade física: planejamento e seleção dos exercícios. Em seguida, é válido que dependam do objetivo e também da necessidade de cada pessoa.

Para ter membros inferiores desenvolvidos e forte, é crucial seguir as dicas citadas no parágrafo anterior. O Agachamento Búlgaro é uma variação do próprio agachamento convencional e é uma excelente opção.

É chegada a hora de obter todas as informações sobre o exercício e permitir que o entendimento fique simples. Logo depois, será o momento de colocar em prática e fortalecer as pernas, pois essa é a proposta principal.

Quais são os músculos recrutados para o Agachamento Búlgaro?

O movimento é simples e consiste em utilizar as principais articulações do corpo humano: tornozelo, joelho e quadril. Do mesmo modo, é válido entender como cada parte se comporta. Confira melhor a seguir:

  • O exercício, em suma, consiste no processo de ter a extensão de quadril;
  • O glúteo máximo e responsável principal por esse tipo de ação;
  • Posteriormente, existe uma extensão de joelho e o quadríceps será o grande responsável por isso.

A princípio, o Agachamento Búlgaro fortalece os mú

sculos recrutados e também auxilia as articulações utilizadas. Dessa forma, é sempre interessante saber desse fato e a tendência natural é estar cada vez mais fortalecido.

Execução e postura

O exercício pode vir a ser uma excelente alternativa e é uma opção presente no treinamento dos membros inferiores. A fim de auxiliar corretamente, é válido seguir alguns passos e não são muito complicados, veja abaixo:

  • Primeiramente, é necessário posicionar sempre em frente ao banco e apoia um dos pés no banco. Igualmente, é importante que o pé esteja apoiado no solo e é válido apoiar a barra nas costas (perto do trapézio).
  • Comece a flexão do joelho, ele deve estar alinhado com os quadris e também dos pés, com o joelho no ângulo de 90 graus;
  • Vale lembrar que se torna essencial realizar a extensão do joelho e pode manter a coluna reta, com o abdômen contraído durante o exercício;
  • Por fim, se torna essencial de repetir o movimento pelo número adequado de repetições estipuladas adequadamente.

Certamente que a dica principal é simples: faça o Agachamento Búlgaro apenas sob orientação do seu personal trainer. Afinal, de nada adianta começar um exercício e não completar adequadamente, chegando a resultados ruins.

Cuidados e contraindicações

Respeitar a condição física do seu corpo, em resumo, é crucial para ganhar massa muscular e aproveitar o Agachamento Búlgaro. No entanto, é válido ter

 alguns cuidados e evitar os problemas comuns, a seguir veja do que se trata:

  • Cuidado com o Valgo dinâmico– O joelho deve estar alinhado com os pés e não em valgo, pois pode causar desgastes nas articulações da região.
  • Evite que o joelho passe muito da linha do pé– Ao ultrapassar a ponta dos pés, a compreensão patelofemoral aumenta e causa muita dor.
  • Manter o pé apoiado e estável no banco– Manter o corpo reto é importante e facilita a execução, além de evitar os acidentes comuns.
  • Patologias na coluna vertebral– As barras são apoiadas nas costas e não é indicada para quem tem hérnia de disco, além das protusões.
  • Patologias no joelho– A princípio, aqueles que tiverem desgastes na região da patela, em síntese, precisam adaptar a atividade.

À primeira vista, o Agachamento Búlgaro traz muitos benefícios e por isso que a melhor alternativa é seguir os cuidados acima citados. Da mesma forma, a chance de funcionar e se tornar um bom exercício para você será maior.

Principais variações

Como qualquer exercício, o Agachamento Búlgaro permite ser adaptado e traz muitas variações que são muito relevantes. Simultaneamente, possibilita que o praticante não se canse e ainda consiga ter excelentes resultados.

Duas alternativas se destacam e podem fazer com que você consiga definir bem a região dos membros inferiores. Ao mesmo tempo, ambas são simples de serem feitas e é chegada a hora de conferir, veja abaixo:

agachamento-bulgaro

Com halteres

Antes de mais nada, essa variação é adequada para pessoas que não podem fazer o movimento com barra. Logo, a ideia é evitar a sobrecarga axial e serve bem para todos que tiverem algum tipo de patologia na coluna.

O primeiro passo é se posicionar atrás do banco e estar com os halteres nas mãos, apoiando os pés sob o banco. O outro pé deve estar no chão e é válido flexion

ar os joelhos em 90°, ficando reto e levando o joelho até a posição inicial.

Agachamento búlgaro goblet

A proposta desse exercício é fácil e consiste em deixar o halter a frente do corpo, ficando na altura do peito. Contudo, a ideia é facilitar a manutenção da coluna reta e pode ser usado como um Agachamento Búlgaro mais educativo.

Apoie o pé no banco e o outro no chão, mantendo o halter a frente do corpo e com a coluna ereta. Logo depois, procure flexionar o joelho e até que possa chegar ao ângulo de 90°, estendendo o joelho e voltando a posição inicial.

Como potenciar os resultados?

Praticar musculação, em geral, condiciona o organismo a estar treinando e os resultados demoram um pouco mais. Todavia, com o Agachamento Búlgaro é possível chegar ao objetivo final e veja como potenciar o treino a seguir:

  • Controle muito bem o movimento;
  • Faça repetições parciais;
  • Mantenha uma boa conexão entre a sua mente e o músculo;
  • Não pegue pesado no começo;
  • Priorize a técnica.

Todo conhecimento tem apenas uma função: facilitar todo o processo de aplicação daquilo que foi estudado. Sendo assim, o Agachamento Búlgaro é um belo exercício e chegou a hora de você colocar em prática. Bom treino!!!