Você já ouviu falar sobre a dieta que está em evidência atualmente? A dieta cetogênica certamente tornou-se bastante popular, no entanto, está longe de ser recente.

A versão original da dieta surgiu por volta do ano de 1920, cujo principal objetivo era tratar pacientes com epilepsia.

Todavia, começou a ganhar diversos outros adeptos conforme o passar das décadas e, hoje em dia, é considerada como uma das melhores dietas para queimar gorduras corporais.

Mas, será que esse método é realmente eficiente como dizem ser?

Bem, caso tenha ficado interessada em conhecer como funciona e para que serve essa dieta, continue lendo esse conteúdo!

Dieta Cetogênica, O Que É e Para Que Serve?

dieta-cetogenicaDe fato, a dieta cetogênica surgiu em meados de 1920, para auxiliar no tratamento de pacientes que possuíam epilepsia.

No entanto, com o passar dos anos, mais especificamente por volta de 1960, esse método ganhou bastante notoriedade devido ao seu grande potencial em promover o emagrecimento.

Desde então vem sendo amplamente utilizada. Atualmente, a dieta ganhou bastante adeptos e tornou-se extremamente popular. Mas, afinal, o que é a dieta cetogênica?

Esse termo veio a partir da cetose, que é o nome dado quando ocorre a queima de gorduras como principal fonte de energia, em decorrência do corte de carboidratos.

Geralmente, esse processo ocorre quando reduzimos o consumo de carboidratos, que é a principal fonte de energia utilizada por nosso organismo, que por sua vez, começa a procurar por outras fontes de energia.

Então, é onde entra a gordura, o nutriente mais consumido nessa dieta, que passa a ser a principal fonte de energia.

Ou seja, basicamente, o principal objetivo da desta dieta é esse, cortar drasticamente os carboidratos, e consumir bastante gorduras.

A fim de induzir o organismo a queimar as gorduras, tanto as acumuladas quanto as que você acabou de ingerir, no lugar dos carboidratos.

Assim sendo, essa dieta serve justamente para queimar as gorduras localizadas.

Mas, além disso, também é dito que esse método interfere diretamente no apetite, promovendo maior sensação de saciedade.

Indicações e contra indicações da dieta cetogênica

Primeiramente, como em qualquer outra dieta, antes de fazer, é necessário que você consulte uma nutricionista.

De modo que ela possa avaliar de melhor forma o seu quadro e indicar um cardápio mais adequado para as suas condições.

Pois, essa dieta pode ser potencialmente perigosa para você, caso feita de modo inadequado. Sem acompanhamento profissional ela pode resultar em diversos riscos e problemas para a sua saúde.

Além disso, essa dieta não possui um cardápio pré-definido, pelo contrário, a variedade de alimentos que você pode incluir em sua dieta é bastante extensa.

Então, isso quer dizer que a dieta cetogênica pode ser feita por qualquer pessoa, desde que tenha um acompanhante nutricional?

Bem, sim e não. A verdade é que isso pode depender de uma variedade de fatores.

Existem sim algumas contra indicações e casos que requerem mais cuidado. Confira a seguir alguns exemplos:

Grávidas:

Apesar de não haver estudos que comprovem de fato que a dieta cetogênica não é indicada para gestantes.

Esse é um período bastante delicado e que o seu organismo precisa de todos os nutrientes possíveis. Afinal, você está gerando outro ser humano, não é mesmo?

Então, não é muito recomendado por profissionais da saúde, submeter-se a uma dieta extremamente restritiva em um período como esse.

Lactantes:

Se você estiver amamentando, saiba que submeter-se a uma dieta cetogênica, com índice extremamente baixo de carboidratos, poderá acabar prejudicando a produção de leite.

Diabéticos:

É dito que a dieta cetogênica é bastante eficiente para portadores de diabetes tipo 2 e obesos, pois, melhora o controle do índice glicêmico.

No entanto, é preciso manter um acompanhamento médico, porque se o seu índice glicêmico for alterado,

isso significa que a antiga dosagem dos seus medicamentos poderá causar efeitos colaterais.

Vesícula biliar:

A vesícula biliar é uma das responsáveis por digerir a gordura dos alimentos. Desse modo, caso você não tenha uma vesícula biliar, ficará mais difícil de digerir a gordura.

Por ser uma dieta completamente rica em gorduras, a dieta cetogênica não é indicada para você.

Mas, caso realmente queira fazer a dieta, então é extremamente recomendado que você tenha bastante cuidado.

E, é claro, um acompanhamento médico, para evitar quaisquer problemas.

O Que Pode ou Não Consumir Nesta Dieta?

dieta-cetogenicaUma dúvida bastante comum entre aquelas que possuem interesse em começar a fazer a dieta cetogênica é sobre quais alimentos pode consumir e quais estão fora de cogitação.

Como dito anteriormente, esse método consiste na restrição drástica dos carboidratos.

Sendo, geralmente, composta por 5% a 10% de carboidratos, 50% de gorduras e 30% de proteínas. Apesar de parecer bem simples, é preciso tomar cuidado com o que você consome.

Assim sendo, confira a seguir os alimentos que podem ser consumidos na dieta e quais devem ser evitados ao máximo possível.

Alimentos permitidos na dieta cetogênica:

Como a maior parte da dieta cetogênica é composta por fontes de gorduras e proteínas, não há quaisquer restrições quanto a isso. Veja alguns exemplos:

  • Peito de frango;
  • Peito de peru;
  • Peixes;
  • Presunto;
  • Carnes vermelhas;
  • Ovos;
  • Oleaginosas;
  • Azeite de oliva;
  • Manteiga;
  • Requeijão;
  • Verduras;
  • Queijos;
  • Abacate.

Alimentos para evitar na dieta cetogênica:

Já os alimentos que devem ser evitados ao máximo na dieta cetogênica, como você bem deve saber, são os carboidratos, principalmente, aqueles de fácil absorção, como por exemplo:

  • Pães;
  • Arroz;
  • Massas;
  • Grãos;
  • Leguminosas;
  • Tubérculos;
  • Vegetais;
  • Bebidas alcoólicas;
  • Gorduras trans;
  • Açúcar de qualquer tipo.

As listas do que pode ou não ser consumido nessa dieta são bastante extensas. Mas, basicamente, o que deve ser evitado são as principais fontes de carboidratos.

Conclusão

dieta-cetogenicaEm suma, a dieta cetogênica consiste em reduzir drasticamente o consumo de carboidratos, que é a principal fonte de energia utilizada por nosso organismo, e substituir por gorduras.

Desse modo, o organismo prioriza a queima de gorduras, tanto a acumulada quanto a que você acabou de ingerir.

Esse método, apesar de não ser recente, tem feito bastante sucesso ultimamente, devido a sua eficácia em reduzir medidas e queimar aquelas gordurinhas acumuladas.

No entanto, é considerada uma dieta que pode provocar efeitos colaterais e, possivelmente, danos à saúde, caso seja feita de modo incorreto e sem o acompanhamento nutricional.

Desse modo, caso esteja considerando em fazer uma dieta cetogênica, o ideal é consultar uma nutricionista primeiro.

Enfim, não esqueça de deixar a sua dúvida ou opinião a respeito do assunto!