É bastante comum mulheres grávidas terem dúvidas sobre quais práticas físicas fazer durante a gestação.

Afinal de contas, surge a preocupação com a saúde. Tanto da mamãe, quanto do bebê. No entanto, as mulheres grávidas não só pode como deve realizar atividades, visando seus benefícios.

Desde que seja feita sob orientação médica, pois cada pessoa possui uma gravidez diferente. Bem como, existem alguns casos onde a prática pode não ser recomendada por algum motivo de proteção de ambos.

Portanto, este artigo foi escrito para que você conheça as práticas mais indicadas. E, em seguida, possa discuti-las com seu médico, escolhendo assim a que mais gostar! Então confira!

9 Exercícios Mais Indicados Para Mulheres Grávidas

Mulheres-Grávidas

Abaixo, separei uma lista com 9 exercícios que podem ser realizados. Mas, lembrando de que antes você deverá consultar um médico.

  1. Alongamentos:

Com toda certeza, uma das atividades mais recomendadas para mulheres grávidas é essa.

Isso porque, ajuda a gestante a desenvolver sua elasticidade. Servindo tanto para quem já se exercita, quanto para quem é sedentária.

O ideal, é que seja diariamente praticado, e que vá aumentando a dificuldade.

Mas, antes você precisa verificar com o médico ou profissional de educação física. Quais poderão ser feitos, excluindo os tipos abdominais.

  1. Caminhada:

Sendo assim, o segundo exercício mais recomendado, principalmente para mulheres sedentárias.

Portanto, o ideal é sua realização de 3 a 5 vezes por semana. Mas seguindo as recomendações abaixo:

  • Horários que o sol esteja fraco – temperatura ambiente abaixo de 38º;
  • Beber bastante água;
  • Usar tênis com um ótimo amortecimento;
  • Vestir roupas elásticas e leves.

Desse modo, ela irá ajudar no fluxo sanguíneo e no funcionamento cardiovascular.

Por fim, evite fazer essa atividade em esteira. Uma vez que, o espaço pode ser limitado para pisar, causando desiquilíbrio.

  1. Corrida:

Essa prática é indicada para mulheres que já a realizam antes da gestação começar.

Podendo então, ser feita durante toda a gravidez. Mas, agora em baixa intensidade, respeitando o novo ritmo.

Além disso, recomenda-se apenas 30 minutos por dia, e apenas 3 vezes por semana.

Se realizada corretamente, não haverá risco de sobrecarga para o bebê ou para a mãe.

  1. Hidroginástica:

Pode ser realizada durante os 9 meses de gestação, ela é indicada para qualquer mulher grávida.

Entre seus benefícios, encontra-se a redução das dores. Sendo aquela no fundo das costas e dos pés.

Bem como, auxilia na redução do inchaço nas pernas, e deve ser realizada de 2 a 4 vezes na semana.

  1. Natação:

Apresentando assim, o menor risco de lesões pelo impacto da água, ela é bastante recomendada.

Dessa forma, é preciso um certo preparo físico para a realização. Que traz benefícios para:

  • Músculos;
  • Respiração;
  • Relaxamento corporal.

No entanto, mesmo que a grávida não realizasse nenhum exercício, nada impede a tentativa se for feita de acordo com seu ritmo.

  1. Pilates:

O Pilates é uma prática muito recomendada para diversas pessoas, e não seria diferente para as gestantes.

Isso porque, ela auxilia na respiração e músculos. Sendo então, dois fatores importantes na hora do parto, beneficiando ainda:

  • Frequência cardíaca;
  • Alongamento corporal;
  • Postura.

Logo, indica-se a prática de 2 a 3 vezes por semana. Mas, o ideal é que seja feita com fisioterapeutas especialista para essa modalidade.

  1. Yoga:

Em sétimo lugar, irei falar dessa prática repleta de benefícios ao corpo, sendo eles:

  • Tonifica e alonga músculos;
  • Relaxa o corpo;
  • Proporciona maior flexibilidade;
  • Reduz as dores na coluna.

Ou seja, todo esse conjunto de vantagens, auxilia na adaptação as mudanças corporais neste período.

  1. Bicicleta Ergométrica:

Essa atividade apesar de boa, é indicada apenas nos 2 primeiros trimestres da gravidez.

Pois após esse período, o tamanho da barriga pode dificultar sua realização. A princípio, esteja atento a:

  • Frequência cardíaca não ultrapassar 140 bpm;
  • Se a sudorese é excessiva;
  • Opte por máquina com encosto para a lombar.

Mas, muitos se perguntam porque não usar a bicicleta normal. Isso se deve ao fato de que nela o quadril oscila muito.

Podendo levar a riscos de lesões, desequilíbrio e quaisquer desconfortos. Impossibilitando os benefícios da prática, que são:

  • Controla a respiração e resistência física.
  1. Musculação:

Por fim, chegamos a prática da musculação, que é indica apenas para mulheres grávidas que já realizam a realizavam antes.

Isso porque, é preciso ter um bom condicionamento físico. Mas, agora o ritmo deve ser menor.

Ou seja, nada de exercícios intensos e pegar pesos, reduza-os no mínimo pela metade.

Do contrário, corre o risco de sobrecarga, em diversas regiões do corpo, tais como:

  • Assoalho pélvico;
  • Coluna;
  • Joelhos;
  • Tornozelos.

Portanto, caso deseje continuar os exercícios. Certifique-se de que terá um profissional acompanhando esse processo.

Exercícios A Serem Evitados Por Mulheres Grávidas

Mulheres-Grávidas

Mas, agora que você já sabe os exercícios recomendados. Que tal abordar as práticas a serem evitadas?

  • De grandes altitudes;
  • Que estimulem a região abdominal;
  • Corrida e musculação excessivas;
  • Bicicleta no último trimestre da gravidez;
  • Jogos que utilizem bolas;
  • Lutas e práticas com saltos.

Uma vez que, oferecem sérios riscos à saúde tanto da mãe, quanto do bebê, tendo risco até de aborto.

Conclusão

Mulheres-Grávidas

Portanto, vimos neste conteúdo, 9 opções de práticas físicas para mulheres grávidas. Que podem ser realizadas durante a gestação. Desde que, de acordo com o aconselhamento do médico antes.

Isso porque, devem ser avaliadas questões individuais de cada gravidez, evitando riscos. Mas, se forem liberadas, basta fazer de maneira responsável. Ou seja, evitando os excessos.

Seja no ritmo de sua realização, bem como em relação a quantidade de vezes indicadas por semana!

Assim, além de manter o corpo saudável, essa prática auxilia no desenvolvimento da criança e prepara o corpo para o trabalho de parto!

O que você achou desse conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários e compartilhe!