O treino de pernas é amado por uns, odiado por outros, mas a verdade, é que sem ele a musculação não seria a mesma.

Isso porque membros inferiores bem trabalhados garantem o equilíbrio do corpo. Além disso, trabalhar apenas membros superiores e não dar atenção aos inferiores não é uma boa opção, pois fará com que o seu corpo fique em forma de funil. E é claro, você não quer isso.

Veja aqui dicas de treino de pernas e como construir pernas gigantes e fortes da maneira correta.

treino-de-pernas

Capriche no Aquecimento

No aquecimento você pode optar por aplicar a técnica ponto zero, já buscando nesse momento, a falha do músculo e a dor. Isso porque, na próxima sessão, você pode evitar o estiramento do músculo ou algum tipo de lesão.

treino-de-pernas

Treine com sentimento

É importante que dentro do treinamento você também trabalhe com o sentimento, de modo a focar no que você quer.

Portanto, no treino de pernas você deve focar toda a sua energia e se dedicar ao máximo.

Trabalhe músculos secundários junto com os quadríceps

treino-de-pernas

Isso causará maior impacto no seu treino, fazendo com que seu músculo trabalhe mais. Um exemplo desse trabalho é começar com a leg press, executando sessões mais longas e trabalhando o ponto zero e depois ir para o exercício da adutora.

Isso evitará o estresse do seu quadríceps assim como, evitará que os músculos secundários fiquem em segundo plano.

Realize o movimento de acordo com a formação do seu corpo

No treino de pernas, o ideal é que você realize o movimento de acordo com a anatomia do seu corpo. Isso então requer que você observe o posicionamento dos seus pés no aparelho, assim como, a posição da cadeira, para que o movimento seja realizado de maneira adequada.

Hiperextensão do glúteo com stiff

Uma ótima dica para trabalhar os membros posteriores é trabalhar a hiperextensão dos glúteos através do stiff. Para que isso ocorra em seu treino de pernas, você deve ficar com a barra posicionada acima dos pés com o tronco reto, e flexionar levemente os joelhos.

Flexora na posição deitada

A última dica é em relação do exercício da flexora. Ao invés então de você realizar o exercício posicionando o peito no aparelho. Realize-o com o tronco levantado reto. Isso provocará uma contração focada na parte distal do músculo, trabalhando-o ainda mais.

Gostou das dicas.

Veja mais em :